Cia. Diversidança

  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • TikTok
  • Branco Twitter Ícone

A Cia Diversidança visa contribuir para o acesso, fomento, difusão e formação artística, possibilitando a prática de democratização e descentralização da produção de dança, dialogando com o circuito cultural da cidade de São Paulo, favorecendo para o fortalecimento de apreciadores para a linguagem. Criada em 2006, pelo dançarino e coreógrafo Rodrigo Cândido, sediada na Zona Sul da cidade de São Paulo, território que influência diretamente as ações e o seu processo de pesquisa artística, caracterizando-se por intenso trabalho autoral na busca de uma criação e investigação colaborativa, características às criações coreográficas na contemporaneidade.

Sua pesquisa e investigações partem de um desejo de buscar na memória: na vivência, na história e na reflexão, inspiração por meio da lembrança, do conto, do mito, da reportagem, do território, dispositivos criativos: narrativa, descritiva, racional e pontual. Esses elementos sempre são utilizados para compor a dramaturgia cênica, no entanto os interpretes não contam, descrevem, pontuam relatos ou histórias, o que nos interessa e o que buscamos para essa dramaturgia é a recordação da sensação, a potência emocional vivenciada, o estado psicológico adquirido ao presenciar determinadas questões e como a vida interfere no modo de ver, ser e estar no mundo. A ideia não é narrar os fatos e sim transmitir as emoções vivenciadas nos fatos. A experiência de vida norteia a pesquisa de linguagem estética da Cia Diversidança, entendida como um canal que pretende reverberar em nossa Dança as indignações singulares e coletivas, numa abordagem poética, emocional, simbólica e política, que apontem para as intersecções entre a arte e a vida. De forma a provocar no espectador uma reverberação imediata, fazendo-o repensar as suas próprias estruturas, bem como assim na interação e na ressonância de suas ações no meio em que vive.

 

A Cia Diversidança desenvolve ações por meio do projeto Circuito de Difusão Coreográfica, que visa fomentar, diversificar e difundir a produção de dança na zona sul da cidade de São Paulo, entre eles está a Mostra de Repertório Coreográfico e o Dança nas Bordas.

 

A "Mostra de Repertório Coreográfico" é um espaço em que a Cia Diversidança apresenta o seu repertório de pesquisa, reunindo e agrupando suas obras e inquietações artísticas. A I Mostra de Repertório Coreográfico foi realizada no dia 25 de Julho de 2010, realizando 7 Edições consecutivas, contando com participação de convidados.

 

 

 

O "Dança nas Bordas”, é uma mostra de dança que aglomera artistas, núcleos e cias de diferentes modos de criações, estéticas e linguagens. É um encontro de processos, exibições, apresentações e diálogos a cerca das pesquisas e inquietações de artistas que produzem, fomentam e difundem dança na zona sul e convidados, de forma plural e diversificada, sobretudo nas bordas de São Paulo. A programação conta com atividades formativas, desde roda e conversa, exibição de vídeo dança e a realização de oficinas, abrangendo a diversidade das linguagens em dança, além da apresentação de espetáculos de diferentes núcleos artísticos.

 

 

 

O DiverLIVE, surgiu em 2020, em meio a pandemia, com a intenção de refletir o fazer artístico em tempo de pandemia, a Cia Diversidança, realiza uma série de lives, para discutir com os intérpretes questões sobre dança, periferia e isolamento social. O DiverLIVE é uma sessão de lives, específicas para o Instagram, onde um interprete conversa com o outro, numa troca entre saberes, dança, territórios, arte e cultura.

 

 

 

 

Micro Danças, surgiu em 2020, em meio a pandemia, com o tema “impulsos retidos em repartição”, uma mostra de vídeo solos, que serão realizados pelos intérpretes-criadores da Cia Diversidança, em consonância com a experiência advinda pelo isolamento social ocasionado pela pandemia. Sensações, situações e estados foram ponto de partida para a criação de micro danças que refletem parte da vivência em enclausuramento. Uma vez que a Cia Diversidança, atua com uma dramaturgia orientada pela memória, a proposta é partilhar essas vivências por meio de vídeodanças, afim de repartir a sensação instaurada e todas as esferas provocadas por uma sociedade em reclusão.

 

 

 

Recebeu o Prêmio Denilto Gomes, promovido pela Cooperativa Paulista de Dança:

* "Revelação de Ação Continuada em Dança" - 5ª Edição/2017

* "PLASTICIDADES CÊNICAS / Cenário" – Rodrigo Cândido pela cenografia do espetáculo “Tirem os Sapatos…” - 9ª Edição/2021

* "DIFUSÃO DE DANÇA" – pela mostra/festival “Dança nas Bordas” - 9ª Edição/2021

 

"Tirem os Sapatos...", a nova temporada da Cia. Diversidança

"Tirem os Sapatos...", a nova temporada da Cia. Diversidança

Reproduzir vídeo